Relacionamento aberto: Sim ou não?

A monogamia, há muito, é o modelo de relacionamento mais aceite na sociedade. O casamento tem um valor sagrado, onde se jura fidelidade para toda a vida. No entanto, de há uns tempos para cá, tem aumentado o número de casais que optam por um relacionamento aberto.

O relacionamento aberto é, actualmente, uma nova forma de se relacionar, a qual mostra uma alternativa em relação aos relacionamentos monogâmicos.

 

O que é relacionamento aberto?

Diz-se de um relacionamento aberto aquele no qual os parceiros concordam na não exclusividade. Ou seja, os dois membros do casal permitem-se ter outras pessoas. Desta forma, todos os relacionamentos fora do casal não são traição, pois fazem parte de um acordo mútuo.

Assim, os dois membros acordam, mediante diálogo, em terem um relacionamento não exclusivo, onde se permite que ambos se possam envolver com outras, sem que isso abale a relação.

Mas será que este tipo de relação é boa? Como todos os tipos de relacionamento, o relacionamento aberto tem prós e contras, e nem todo o tipo de pessoa se adequa a uma relacionamento assim.

Antes de tomar a decisão, veja quais as vantagens e desvantagens, e perceba se o seu perfil se enquadra a ter uma relação aberta.

Vantagens do relacionamento aberto

Manter um relacionamento aberto pode mostrar-se muito vantajoso para um grande número de pessoas. Claro que isto implica uma grande liberdade, não só para si, como para o seu parceiro. Por isso, ciúmes não podem ter lugar numa relação assim, correndo o risco de quebrar com o “contracto” feito.

Se você é do tipo de pessoa que não tem sentimento de posse, que é capaz de separar sentimentos de sexo, e se preserva a sua liberdade acima de tudo o resto, então pode tirar partido de todos os benefícios.

Hierarquia

Embora não haja uma exclusividade, a relação amorosa que mantêm é mais importante que todos os outros affairs. É como se existisse um tipo de hierarquia onde a vossa relação está acima de todas as outras. 

Liberdade

Num relacionamento monogâmico, qualquer tipo de atracção por outra pessoa já pode ser considerada traição. Assim, um flerte, por mais pequeno que seja, já é condenável. Ao contrário, no relacionamento aberto, é possível, não só, flertar, mas ter um envolvimento físico, sem consequências, sem peso na consciência. 

Desvantagens do relacionamento aberto

Como em tudo, o relacionamento aberto também tem as suas desvantagens. Nada no mundo tem apenas um lado da moeda. Tudo tem os seus prós e contras.

Ciúmes

Independentemente de tudo o que se possa ter acordado, nada impede que não se sintam ciúmes. O ciúme é um sentimento que surge sem que nós tenhamos algum tipo de controlo.

Envolvimento emocional

Da mesma forma que não podemos evitar sentir ciúmes, também não podemos evitar um envolvimento emocional com outra pessoa. À medida que conhecemos outras pessoas, é provável que sentimentos amorosos e afectivos surjam também.

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *